Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Cinco razões pra viajar com seus filhos

20140127-150058.jpg

Antes de mais nada, queria deixar claro aqui que eu poderia escrever um outro texto aqui com o título: Cinco razões para viajar SEM seus filhos…
Entretanto, movida por uma empolgação enorme por fazer mais uma viagem com minha Malu (desde que ela nasceu, viajamos umas 6 vezes, já até contei aqui, e em apenas uma não a levamos) resolvi enumerar aqui 5 motivos para você viajar com seus pequenos.

1. Você vai morrer de saudade deles se eles não forem
Quando Malu tinha 6 meses, deixei um estoque de leite materno no congelador da vovó e eu e Neto passamos 5 dias em Santiago/Chile. Foi massa, uma lua de mel para quem estava só focada em filho 24hs por dia, mas em todo lugar que íamos que tinha algum bebê, a lágrima vinha nos olhos e pensávamos que de repente ela poderia estar com a gente…
Enfim, coração apertadinho.

2. Você cria um hábito em família que tende a acompanha-lo pra vida toda
Meus pais não tinham muito o hábito de viajar. Nem sozinhos, nem com a gente, acho que porque a grana era curta, mas eu tinha um tio que viajava o Brasil todo com os filhos, desde bem pequenos, e hoje, com eles crescidos, casados, ainda viajam em família, de modo que tornaram-se bons companheiros de viagem. E que pai/mãe não quer ter a companhia de seus filhotes até na “aborrescênca” quando eles ficam chatos e preferem os amigos? #FicaADica

3. Você aprende a se virar nas mudanças de clima, alimentação, horários
Todo mundo sabe que criança precisa de rotina. Mas fatalmente, alguma vez na vida (e em viagens isso acontece), vamos ter que quebrá-la. Se você acostuma seu filho desde bem pequeno que, eventualmente pode dormir/acordar mais tarde, comer coisas diferentes porque naquele lugar é o que temos, vivenciar climas, culturas, espaços distintos, isso só tem a acrescentar na vida deles… #AgregandoValor

4. Uma boa desculpa pra dormir no mesmo quarto
Para as mamães que, como eu, pregam a individualidade dos filhotes desde bem pequenos, onde dormimos cada qual em seu quartinho (nada contra quarto/cama compartilhada, apenas formas diferentes de encarar a maternagem), as viagens são ótimas oportunidades para fazer tudo aquilo que adoraríamos no dia a dia, mas não podemos pelo corre-corre diário, que é dormir coladinhos com nossos pacotinhos, tendo a certeza que, quando voltarmos pra casa tudo será como antes! #DormirDeConchinha

20140127-144955.jpg

5. Não corremos o risco de comprar os mimos de viagem de tamanhos errados
Como estamos com nossos modelos prediletos a tiracolo, dificilmente vamos levar aquele sapato que não dá no pé, ou aquele casaco muito apertado, pois eles estão ali pra provar tudinho, sem erro. Bem verdade que, com os pimpolhos corremos o risco de gastar mais, afinal, estamos mais propensos aos mimos… Mas nada que uma conversa sobre limites não resolva, né? #QueroCrer

20140127-144805.jpg

Enfim, gente, estou muito empolgada com a nossa próxima viagem, pois ela está sendo pensada basicamente no que entreter nossa pequena Malu. Vai ter de tudo, inclusive amiguinhas para brincar!
E vocês, me mandem dicas de como é viajar com os filhotes de vocês. Estou aguardando.
Mando notícias. Beijos, Lika.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro