Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Dez dias com um recém nascido: dúvidas e certezas

Depois de 10 dias com nossa caçulinha em casa, venho contar os nossos erros e acertos, que só corrobora aquela máxima de que cada gestação é uma gestação, cada filho é um filho.

Como da primeira vez, no hospital tudo correu tranquilo. Na verdade, entrei bem mais tensa no centro cirúrgico, acho que pela longa espera no quarto, já que o parto foi marcado e chegamos no hospital 3 horas antes… Achei péssima a sensação… No parto de Malu fomos correndo às 3 da madruga, apesar da correria, me senti mais tranquila… Enfim…

Tive bem mais dores pós cirurgia do que da primeira vez, e precisei tomar analgésicos mais fortes inclusive. Talvez seja porque uma nova cirurgia seria mais difícil a cicatrização, talvez porque já estou 3 anos mais velha do que a primeira vez, talvez porque o cansaço acumulado de levar uma na barriga e outra pela mao tenha se apresentado agora, mas fato é que, penso seriamente que é realmente um absurdo que 80% das mulheres brasileiras precisem passar por isso, ao invés de parir normal com uma excelente recuperação. Mas, isso é papo para outra hora…

IMG_2348.JPG

Primeiramente, levamos Malu para ver a irma no dia seguinte ao parto, pois como o mesmo foi marcado para noite, ela não iria conseguir ficar acordada. Ao chegar, ela procurou a irma na minha barriga, e quando apontamos o berço, foi correndo olhar a bebe. Demos um presente que Bela trouxe pra ela (ela havia escolhido antes). Se comportou, chamando um pouco mais de atenção do que o habitual com as visitas que chegavam.

No dia seguinte tivemos alta. Em casa, a rotina fez logo perceber que Malu e Bela em nada se parecem no temperamento. Malu dormia MUITO, mamava pouco. Bela mama muito e dorme POUCO. Na verdade, tem um soninho de passarinho, e troca o dia pela noite. Cansativo para a mamãe.

IMG_2347.JPG

Separei algumas dúvidas e conclusões que eu cheguei nesses 10 dias que podem servir a outras mamães como eu (sim, mae de segunda viagem também tem duvidas!).

1. Perder até 10% do peso no hospital é natural. Em casa, até a primeira consulta com o pediatra, que deve ser breve (se possível, agende antes de parir), o bebe deve ganhar peso com a amamentação (de 3/3hs ou livre demanda).

2. Um bebe pode ficar de 7 a 10 dias sem fazer cocô ou pode fazer cocô após cada mamada. Depende de cada criança e da maturidade de seu sistema intestinal. Bela estava nesse de fazer muito cocô, e como Malu fazia pouco, pensei que ela havia algo errado com a minha alimentação, o que a pediatra disse que estava ok.

3. O bebê pode despelar um pouco nesses primeiros dias, o que é normal. Da mesma forma, pode ficar com o olhinho ramelento e não ser conjuntivite (que eu pensei). Basta lavar o olhinho com soro.

4. Amamentar, mesmo que o segundo filho, é a maior prova de amor de uma mae. Requer paciência e persistência. É um aprendizado de mae e bebe, diferente pra cada filho. Isabela não abre a boca, machuca meu peito. Estamos aprendendo a nos entender. Depois escrevo um post só sobre isso.

IMG_2346.JPG

5. A sua alimentação vai interferir nas cólicas ou não do bebê. Não resisti a uma coxinha de catupiry, que somados a uma farofa de feijão verde mais chocolates durante o dia, renderam uma tarde cheia de cólicas pra Bela, tadinha. Não vale a pena… Melhor resistir à tentaçao…

6. Seu sono está fatalmente comprometido por um bom tempo, mas a boa noticia é que você se acostuma a dormir pouco.

7. Você precisa de ajuda. Principalmente nessa primeira semana, alguém vai precisar te ajudar em casa, além dos afazeres externos com o bebê: vacina, pediatra, teste do pezinho. E se você, como eu, tem outra criança em casa, vai precisar de alguém que dê um pouco mais de atenção para a(o) mais velha(o).

Isabela troca o dia pela noite, mas tenho feito o que os pediatras recomendam: clarear o quarto e manter os barulhos da casa durante o dia, e escurecer e diminuir os sons a noite. Mesmo assim, a danadinha tá viciadinha em colo já no auge dos seus 10 dias de vida…

Ainda com todos estes percalços, acho que dificilmente alguma coisa faz uma mulher mais feliz do que ver o seu filho bem, saudável, em harmonia com a família. Esse pedacinho de você vai desestabilizar a sua rotina, mas é por um período curto. Passa tao rápido, e quando você menos esperar ela já vai estar te questionando sobre a vida. E você vai esquecer cada perrengue que passou.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro