Logo Blog Mamãe Vai Fazer

O autismo ao nosso lado

Hoje de manhã postei um pequeno texto no Instagram falando sobre como o autismo está próximo de cada um de nós, quer com amigos, primos, crianças e adultos, que vivem em seu mundo, mundo esse que se encontra com o de todos nós (pessoas normais, será?) e como essa convivência pode ser enriquecedora para nós e nossos filhos.

Aí minha tia Marcia me mandou um texto de uma mãe, que relatava o mundo azul dela, mãe de Mari, autista. Li o texto, me emocionei. Olhei o nome e a foto da narradora: lembrei na hora! Minha prima Ana Luiza, que nos encontrávamos em nossas férias em Pedro Leopoldo (eu ia de Salvador e ela de Guaratinguetá) e passávamos as férias brincando.

Entrei em contato com ela, e divido com vocês o texto que recebi, cheio de amor, para nos inspiráramos na forma de encarar as nossas vidas e de educarmos nossos filhos.

Com vocês: Ana Luiza, a mãe da Mari:

“Hoje é o dia da conscientização do autismo!!!! Fiz uma retrospectiva da minha vida!!! Tive uma gravidez tranquila e bem planejada, quando veio o primeiro diagnóstico de autismo da Mari,digo primeiro pois ela estava com 1 ano e meio mais ou menos, meu mundo desabou!!!! Vivenciei um luto daquele filho perfeito que não veio. Logo depois veio a preocupação de como seria o futuro dessa criança com um desenvolvimento tão incerto!!! Entrei em pânico, medo do futuro, medo do preconceito, medo de não conseguir seguir em frente. Começamos uma vida intensa de tratamentos: psicopedagoga,psicólogas, fomos, terapeutas ocupacionais, fisioterapia e ecoterapia. Intervenção precoce!!!!! Fez toda a diferença na vida da minha filha. Ainda lembro da Lilia Maise que foi a psicóloga dela durante 4 anos me falar que se ela não tivesse começado cedo , hoje não conseguiria frequentar uma escola de tão comprometida que estaria. Valeu a pena todo sacrifício, abrimos mão de nós mesmos em função dela e não nos arrependemos, meu marido sempre ao meu lado,me levantando cada vez que minhas pernas fraquejavam e eu tinha vontade de desistir. Como espírita eu falo, foi o maior aprendizado da minha vida!!! A Mari me ensinou a ser uma pessoa muito melhor!!! As vezes vejo mães reclamando que seu filho ou filha falou papai pela primeira vez e não mamãe , e eu falo: minha filha falou pela primeira vez com 6 anos, e não me importei qual foi sua primeira palavra, pois foi o dia mais feliz da minha vida!!! Estou contando um pouquinho da minha história para que todos se concientizem disso!!! A vida passa muito rápido,valorize cada gesto,cada coisinha por menor que seja de seu filho. Ninguém está livre de um aprendizado desse!!! Vamos nesse dia tão importante para mim e para outras mães que passam pela mesma situação, pensar que um filho é nosso bem mais precioso é estamos aqui para lapida-los e transforma-los em pessoas de bem. Vamos vestir azul não só hoje, mas todos os dias, ensinando nossos filhos a respeitar o próximo que tem um pouco mais dificuldade que você. Pois são pessoas que precisam de ajuda sim ,mas que nos trazem muito amor no coração!!!!😍bom dia a todos!!!

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro