Logo Blog Mamãe Vai Fazer

O racismo e suas repercussões

20131215-122802.jpg

Ontem eu fui a praia aqui perto de casa, com Malu e Neto.
Fomos andando, sem lenço nem documento. Na bolsa só uma toalha e brinquedinhos de Malu. Lá chegando, vi um menininho pequeno brincando e coloquei os brinquedos de Malu próximo a ele, para brincarem juntos. Mas quando Malu viu umas crianças maiores brincando na água, correu e largou o pequenininho sozinho, e eu fui atrás…
As crianças perguntaram se podiam brincar com as coisinhas e eu permiti, e eles pegaram e trouxeram para a água.
Depois de algum tempo brincando, a mãe do garotinho, uma senhora negra, simples, bonita (o menino era lindo, teve a quem puxar), me chamou, e senti raiva em seu olhar, perguntando por que eu tinha afastado minha filha do filhinho dela.
Gente, vocês não têm noção do mal estar que senti por ela ter podido pensar isso ao meu respeito. Logo expliquei todos os motivos, nunca isso passaria por minha cabeça, pois eu mesma havia tentado juntar Malu ao pequenininho, mas ela “se acha” grande, e foi atrás da garotada… Depois de explicar tudo, senti seu coração acalmar, e conversamos por um tempo, onde ela explicou que já havia sofrido algum tipo de preconceito com seu filho, um menino lindo e super sapeca, alheio a todo e qualquer preconceito que existe na sociedade, assim como minha Malu e toda criança que se preze.
Esse acontecido me fez lembrar que, mesmo vindo de uma família esclarecida, já ouvi comentários preconceituosos de pessoas queridas, já ouvi (e ri, meaculpa) de piadas racistas lançadas ao vento por pessoas que gosto e tenho muita consideração… E vi como considero importante não passar isso adiante pra minha filha. Tenho um desejo intenso que ela não entenda quando alguém fizer uma piada comparando um negro a um macaco, que ela não consiga entender a indignação daquela mãe, porque essa mãe não vai precisar se sentir diferente de ninguém, ou pior, menosprezada.
Acho papel fundamental de nós, pais e mães refletirmos acerca disso, e interromper esse ciclo. Pessoas sofrem legitimamente todos os dias por causa do racismo. E isso é muito mal.
Fiquei triste com o ocorrido, mas tranquila por ter feito aquela mãe entender que, pelo menos de mim, e da minha família, aquele tipo de expectativa dela estava toda errada.
E terminamos a manhã com nossas crianças brincando e se despedindo com um até breve.
Um beijo multicolorido pra todos! Lika.

20131215-123215.jpg

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro