Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Que mundo é esse… #LutoPorJoaquim

20131111-115345.jpg

Foi difícil pregar o olho na noite de ontem, após assistir no Fantástico a reportagem sobre o aparecimento do corpo do menino Joaquim, as margens de um rio em Barretos. Ver o padrasto falando para a câmera: “Encontraram, maravilha…” deu para revirar o estômago algumas vezes.

Acho que todo mundo que é MÃE ou PAI no estrito senso da palavra teve lágrimas aos olhos ao ver o pai, culpando-se pelo acontecido, uma vez que seu filhinho ficava com a mãe, que era esposa do principal suspeito.
Quem sou eu para julgar, e ainda há muito a se investigar, mas, se as principais suspeitas forem confirmadas, que o padrasto foi o culpado, se essa mãe sonhava que seu filho poderia estar em perigo em companhia dessa pessoa, por que permitiu, meu Deus? Que espécie de amor, ou insegurança, ou medo de ficar só, ou o que quer que mova essa mulher, que ela não conseguiu proteger seu filho dessa tragédia?

Não posso deixar de lembrar de Isabela… Seu pai também tentou proteger a algoz da menina, madrasta da criança, que sabe-se por que motivo jogou a menina do apartamento…
Talvez tenhamos que repensar até que ponto a violência física ainda deve aparecer em algum tipo de educação… Digo isso porque, eu própria já defendi as palmadas que tomei na infância como bastante educativas, mas não me vejo levantando a mão para minha filha (devo dizer por enquanto, né?). Permitir a palmada, ao invés das palavras, em um mundo de constante estresse, é um passo para abrir a nossa casa para a violência que tem lá fora.

Ninguém nunca vai saber o que motivou esses monstros… Mas o país só quer uma coisa: que a justiça seja feita. Que pais/padrastos abusivos e violentos pensem bastante antes de levantar a mão para crianças que não têm como se defender. Que entendam que birras e choros são parte de uma fase que toda criança passa, e que já estava no “contrato” de ser pai/mãe/padrasto/madrasta/cuidador.

Desculpa aí o desabafo, mas tava mesmo entalada com essa história!
Rezemos por dias melhores! Beijão, Lika.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro