Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Viajando e voltando…

20130819-174533.jpg

Olá pessoas queridas que me dão o prazer de aparecer por aqui. Quero me desculpar imensamente por uma semana sem posts, mas como alguns devem saber, estávamos viajando por terras lusitanas, e apesar da casa de nossa querida anfitriã Silvia ser lindíssima, em um lugar paradisíaco da costa portuguesa, a internet lá é bastante lenta, e eu levava um tempão esperando para publicar, ou mesmo baixar qualquer coisa, então, acabei desistindo e aproveitando para descansar bastante e deixar para contar tudo para vocês quando voltasse.
Enfim, pretendo contar tudo da viagem, os lugares por onde passamos, as dificuldades de viajar com crianças tão pequenas, o que facilita a vida do viajante, os pontos fortes e fracos dos nossos passeios. Essa semana vocês vão enjoar do assunto, mas espero que possa ser útil para quem gosta de viajar em família como nós.
Hoje vou começar falando sobre as vantagens e desvantagens de viajar com bebês pequenos como Malu.
Bem, a maior vantagem de viajar com filhos pequenos é, obviamente, poder dividir com eles a alegria na experimentação de coisas novas, lugares diferentes, sabores e cores diversas da que se tem em casa. Nossa viagem, especificamente, teve a diferença que não fomos a Portugal apenas para fazer turismo. Fomos também para visitar amigos queridos, que nos cobravam essa visita há alguns anos, e aproveitamos para unir as duas coisas super prazerosas. Como estávamos na casa de uma amiga, tivemos a facilidade de poder ir ao mercado, comprar coisas prontas e/ou para fazer em casa pra Malu comer.

20130819-174057.jpg Malu nos restaurantes provava tudo!

Ah! Um parêntesis aqui: acho que, em viagens, não podemos nos apegar à rotina alimentar que temos com nossos filhos em casa. Nessa viagem procurei facilitar minha vida ao máximo, e Malu comeu potinho pronto pelo menos uma vez ao dia (quando não no almoço, no jantar) e suquinhos prontos, iogurtes, etc. Lógico que também comeu bastante coisa saudável, como os peixes e mariscos maravilhosos que só de lembrar vem água na boca, mas chegar em casa cansada e ir pra cozinha preparar sopinha realmente não rolou.

Bem, continuando, se você viaja com crianças tão pequenas, tem que ter em mente que, talvez, você não consiga ir a todos os lugares que pretende no tempo em que você reservou para o passeio, afinal, criança se cansa, e precisa descansar para não tornar a sua viagem um verdadeiro porre (quem tem filho com sono chorando sabe do que estou falando).

Um exemplo é a própria viagem de avião: para mim, viajar durante o dia e chegar a com a noite para descansar pro dia seguinte é ótimo, mas entreter um bebê de 2 anos durante 8 horas dentro de um avião é bastante complicado. Na ida, que foi a noite, foi super tranquilo, Maria Luiza dormiu a viagem praticamente toda. A volta foi mais complicada, mas mesmo assim, ela está de parabéns para a pouca idade.
Nos passeios que fazíamos, sempre nos planejávamos para estar no carro no horário de 16hs, que era quando Malu tirava um cochilo, e acordava feliz no destino seguinte. Ou então, ela dormia no carrinho enquanto a gente passeava.

20130819-174419.jpg

Acho importante também incluir programas de interesse da criança no roteiro, afinal, ela também é um membro da família e merece se divertir. Nós fomos ao Oceanário de Lisboa e também ao Zoológico, e posso dizer com certeza que é um programa excelente para crianças e adultos.
No mais, sempre procurávamos ir ao fim do dia a lugares com parques, jardins, onde ela pudesse correr e aproveitar. E tivemos a deliciosa surpresa com as crianças portuguesas, que sempre que a viam pequenina, ofereciam-se para olhar e brincar com ela. Muito lindo de se ver.

20130819-174303.jpg Um pouco do que curtimos…

Outra dica que acho válida é pra quem pode programar a viagem, evitar esse período de agosto se vai com bebês, por um único motivo: na cidade é MUITO quente. Eu, particularmente, não senti muito a temperatura (nordestina que sou), mas o sol castiga bastante, e se pudesse escolher, deixaria para ir no outono ou primavera, onde a temperatura é bem mais agradável.
No mais mamães e papais, cada sorriso vale o cansaço no final do dia. E, se estamos de férias, nada impede dormir até mais tarde e deixar um passeio longo de lado pra descansar e aproveitar os momentos em família. Pelo menos é a minha opinião.
No próximo post vou falar sobre coisas indispensáveis pra facilitar a viagem. Beijos, Lika.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro