Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Vovô e vovó

20130725-202025.jpg

Pra começar esse post, li um monte de coisas na rede, e o clichê que vó é mãe duas vezes sempre vinha tona. Discordo diametralmente. Em tudo. Vô e vó não são pai e mãe, e nem devem ser… Não sou vó obviamente (falta muuuuito!), mas fui neta e vejo minha filha curtindo os avós, então posso falar um pouquinho a respeito.
Pra quem não sabe, comemora-se hoje, 26 de julho, o dia dos avós, em homenagem a mãe de Maria, Santa Ana, os avó de Jesus.
Eu, como a maioria das pessoas, tive 2 avós e avôs, mas por motivos circunstanciais e do coração, convivi mais com os meus avós paternos (que mesmo morando a 1300km de distancia, numa época sem internet, foram mais presentes na minha infância que meus avós maternos, que também eram bem mais velhinhos…). Eles também eram meus padrinhos!
Lembro da alegria que eram as férias, quando meus pais “desovavam” eu e meu irmão na casa da vovó, em Pedro Leopoldo/MG, onde podíamos subir em cima do sofá, andar de bicicleta na rua (no interior podia), tomar banho de mangueira, dormir mais tarde (quando não capotávamos 19hs de sono depois de tanto brincar).
Lembro de minha vó costurando, e eu sentada no chão brincando com os carretéis de linha e sucata, em um gavetão que ela tinha no quarto de costura que era a alegria da primaiada. Minha mãe, sabida, tem uma coisa parecida na casa dela que faz a alegria de minha Malu.
Lembro de meu vô, que me levava escondido da minha vó pra padaria, deixava eu escolher o doce que eu quisesse, e não podia contar pra vovó que ele comeu um igual (ele era diabético, mas criança sabe lá o que é isso?).
Vejo minha Malu chorar quando vovó vai embora, e lembro como eu também ficava triste em me despedir da minha, ainda mais sabendo que levaria um tempão sem vê-la.

Acho que o amor de vó é diferente porque, apesar da preocupação com a educação existir, ela é mais leve, menos tensa… Vovô e vovó sabem o que fizeram por nós, pais e mães, então nós não vamos fazer muito diferente. Se na cassa da vovó pode tudo, ela sabe que na casa da mamãe e do papai a rédea vai ser curta e a madeira vai cantar se andar errado. Então, pra que ser malvado se podemos ser o sonho dos netinhos? Acho que, quando eu for vó, vou ser assim também…

20130725-202628.jpg

Quero muito que minha filha aproveite o máximo dos avós. Quando eles estiverem bem velhinhos, quero que ela olhe pra trás e lembre a delícia que era ter alguém que te ama mesmo na bagunça, no choro, que te entende como só quem entende melhor de seu pai ou sua mãe pode entender.

Um beijo para todos os vovôs e vovós desse mundão! E uma saudade danada da minha vovó Diva que olha por mim de onde quer que ela esteja.

20130725-202539.jpg
Minha vovó.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo campanha cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro