Logo Blog Mamãe Vai Fazer

Mãe, como fui parar dentro da sua barriga?

De Onde Vêm os Bebês

Chegou o dia de ter “aquela conversa” com minha Malu.
Depois de muitas perguntas sobre como os bebês vão parar em barrigas, e resolver esses questionamentos com a máxima de que o papai coloca uma sementinha na barriga da mamãe, a questão agora é explicar como e por onde essa sementinha chega lá.
Para esse momento, tenho comigo o livro De Onde Vêm os Bebês, de Andrew C. Andry e Steven Schepp. Eu comprei esse livro em uma feira literária de shopping assim que o vi, há uns 5 anos atrás. Malu nem sonhava em fazer esses questionamentos, mas o motivo que me fez comprá-lo foi porque foi justamente ESTE livro que minha mãe leu para mim para me explicar sobre reprodução humana.
O livro é ótimo, começa explicando desde como as plantas precisam de 2 componentes para se reproduzirem, passa pelos animais e em seguida explica como isso acontece com as pessoas.
Esse exemplar veio com um manual de apoio para orientar os pais em como e quando melhor abordar o tema, sobre a importância dessa leitura ser com acompanhamento de um adulto (não é comprar o livro e entregar nas mãos da criança) e como o assunto deve ser abordado com todas as crianças.
O livro explica onde ficam os óvulos e espermatozóides, e como estes se encontram dentro do corpo da mãe.
Não é uma conversa simples, explicar para sua filha como se dá essa relação, que essa relação só acontece com adultos que se gostam (em princípio é assim, né), e que tudo é feito cercado de amor dá uma intimidada nas mães mais liberais (na qual me incluo). Confesso que lembro quase tudo que minha mãe me disse naquele dia e acho que repeti palavra por palavra das coisas que ela me falou: falei que aquela era uma conversa entre mãe e filha, que ela não precisava falar sobre aquilo na escola, pois cada mãe e pai conversaria aquilo com os coleguinhas (lembro de minha mãe me dizendo isso), falei que Belinha era muito novinha pra entender aquilo e que, quando fosse maior eu conversaria com ela tambem (aproveitei um horário em que Bela estava dormindo para lermos juntas). Mas teve uma parte que minha mãe não precisou me explicar e eu tive que explicar do meu jeitinho: ela perguntou como um bebê foi parar na barriga de uma tia querida, que ela sabe que não é casada com o pai do bebê, já que os dois são só amigos? E aí, a mamãe aqui teve que explicar como que se dá uma inseminação artificial e que as novas famílias estão aí para existir e serem respeitadas.
Por fim, ela perguntou de quando era o livro, eu respondi que era de 1968 e ela falou: por isso ele não escreveu sobre esse outro jeito de ter um bebê, não é, mãe? No que eu dei risada e falei: com certeza!!!
Ela disse que gostou de saber, me deu um abraço e foi dormir.

Lembro de ter lido esse outro livrinho também na escola:

De Onde Viemos

Esse ainda não achei para comprar, mas se achar eu compro também. Adoro livros pra ajudar a compreender as coisas da vida. Tinha esse pedacinho na internet:

Bem simples no linguajar

Ela ainda deve ter ficado com um monte de coisa na cabeça, mas agora vou esperar os questionamentos aparecerem.
Recomendo esse livro como forma de começar a falar seriamente sobre o assunto. Deu certo pra mim, espero que dê certo com minhas filhas.
Beijos, Lika.

Nuvém de Tags
alegria amamentação Amizade amor avião babá Beleza birra blog Brasil brincadeiras Cabelo cesárea chupeta cinema criança culpa cultura dica dicas emoção escola Família farra Filhos Filme fim de semana gravidez infância Irmãos Lazer Libido livros maquiagem maternidade música parto passeio pele programação saudade saúde solidariedade Sono teatro